terça-feira, 29 de setembro de 2015

Capítulo 2

- E essa é a minha humilde residência. –ele falou entrando na casa que por sinal era enorme para apenas uma pessoa.
- Caramba desse jeito vou virar professora. –Vanessa falou andando pela casa a olhando de cima abaixo e entrando em alguns cômodos.
- Não ganhamos tão bem assim. –ele falou pegando a sua mochila onde guardava trabalhos, provas, testes e atividades de alunos, sentou-se sobre o chão e colocando tudo sobre a pequena mesa que tinha no centro da sala.
-Ah não imagina. –ela sentou ao lado dele. – Só o suficiente para um carro que é praticamente do ano e pra ter uma casa como essa.
- A casa era do meu avô, e o carro eu consegui comprar com parte da herança que ele me deixou.
- Se quiser fazer uma doação em dinheiro eu aceito ok?
- Tá mendigando Hudgens?
- Você não faz ideia de como. –ela riu. –Meu aniversario  está próximo e esse seria um bom motivo pra depositar uma boa quantia na minha conta.
- É o bicho tá pegando. –ele riu.
- Você morava aqui com o seu avô? –ela perguntou mudando de assunto.
- Vamos falar mais da minha vida?
- Vamos.
- Eu morava sim com meu avô mais não aqui, essa casa era mais quando estávamos de férias.
- Voce sempre morou com ele?
- Desde que eu tinha quatro anos.
- E os seus pais?
- Eles morreram  em um acidente de carro e desde então eu passei a morar com ele.
- Eu sinto muito.
- Faz muito tempo.
- E o que houve com seu avô?
- Ele morreu quando eu tinha acabado de completar dezoito anos.
- Eu sinto muito. –Vanessa repetiu. – E você não tem sei lá, tios, tias, primos, primas?
- Não a minha mãe assim como o meu pai eram filhos únicos e meus avos maternos morreram quando a minha mãe estava gravida, além do Nick que é como um irmão eu não tenho mais ninguém.
- E agora você também tem a mim. –ela falou rindo. – Pelo menos até o final do ano pra encher o seu saco.
- Ainda bem que você sabe i quanto você é insuportável. –ele falou rindo. Vanessa lhe mostrou a língua e Zac começou a explicar o que ela deveria fazer.
-Eu não aguento mais. –Vanessa falou largando uma atividade que corrigia sobre a mesa.
- O que foi agora? –Zac a olhou.
- Como é que você consegue? Eu já li cada coisa idiota aqui.
- É pra você ver o quanto eu sofro.
- Eu preciso comer. –ela levantou. –Tem comida nessa casa? –ela o olhou e antes de ter uma resposta caminhou ate a cozinha.
- Você é folgada. –ele falou parando na porta da cozinha e a observando mexer na geladeira.
- Eu? –ela o olhou. – Claro que não, porra cadê a comida?
- Sinto informa-la de que nessa casa só entra congelados.
- Que horas são?
- Seis horas por quê?
- Espera. –ela virou de vez e o encarou. – Passamos uma tarde inteira juntos e não brigamos? É isso mesmo?
- Confesso que se mostrou ser mais legal do que aparentava ser.
- É eu digo o mesmo de você. –ela riu. – Isso é sinal que nossas brigas acabaram não é?
- Por mim sim.
- Tá mais cadê a comida?
- Como eu disse só tem congelados nessa casa.
- Então. –ela abriu a geladeira de novo e olhou por alguns minutos. –Vamos comer pizza. –ela falou tirando uma pizza da geladeira. – Duas é melhor porque a fome tá grande.
Vanessa retirou uma da embalagem e colocou no micro-ondas logo em seguida, assim que ficou pronta Zac pegou os pratos, copos e refrigerante colocando tudo sobre a mesa. Eles começaram a comer em meio as conversas que  por sinal era muito agradável.
- Vanessa? –Zac a chamou.
- Fala.
- Diz a verdade por que você me escolheu?
- Eu já falei milhões de vezes.
- E nenhuma delas é verdade.
- Se você não quer acreditar o que eu posso fazer? –ele ia responder porem foi interrompido pelo celular dela que começou a tocar. –Ih lá vem bronca. –ela falou olhando no visor que era a mãe. –Atende você. –ela esticou o braço.
- Tá louca? O que ela vai pensar quando ouvir a minha voz?
- Fala que eu tô aqui te ajudando e que não posso falar porque tô no banheiro.
- Não.
- Vai Zachary se eu atender ela vai começar a falar e não vai para mais.
- Ok. –ele tomou o celular da mão dela e atendeu. – Oi dona Gina. –pausa. –Tá sim, mais no momento ela está no banheiro por isso achei melhor atender. –pausa. –Pode deixar eu falo sim. –pausa. –Tá bom, tchau.
- Viu nem foi tão ruim. –ela pegou o celular da mão dele. – O que ela disse?
- Ela quer você em casa as dez em ponto.
- O que? Ela deixou eu ficar aqui ate as dez? –Vanessa estranhou.
- Ela confia em mim. –ele falou rindo. – Mais se quiser ir eu te levo.
- Não, eu fico ate as dez. –Vanessa com ajuda dele arrumou as coisas na cozinha e ambos voltaram pra sala para continuar o trabalho.
Alguns dias se passaram e a convivência entre Vanessa e Zac melhorava a cada dia é claro que em certos momentos acontecia sim algumas provocações e briguinhas tolas, porem o que realmente interessava pra Vanessa não estava nem perto de acontecer, ou melhor, era assim que ela pensava. Zac estava sim interessado na morena porem sua cabeça martelava alertando-o o quanto era errado tentar ter alguma coisa com ela, mas o seu coração dizia outra coisa, dava comandos diferente dizendo que era sim para arriscar.
- E ai amiga? –Selena perguntou sentando ao lado de Vanessa. Era hora do intervalo e as três como sempre estavam na mesa de sempre. – Como é que anda seus planos para a aposta?
- De mal a pior. –Vanessa espremeu os lábios.
- Vanessa Hudgens a gostosa não esta conseguindo deixar um simples professor caindo aos seus pés? –Ashley falou como se aquilo fosse a pior coisa do mundo.
- Pois é. –ela suspirou. – Ele é gay só pode.
- O que? –Sel começou a rir. – Dá onde você tirou isso?
- Ah Sel fala serio. –ela sentou-se corretamente e virou-se para amiga. – Ele já me viu de calcinha e sutiã, e na boa eu nem consegui decifrar o que passou pela cabeça dele.
- Como assim? –Ashley perguntou.
- Eu tinha acabado de tomar banho e minha querida mãe não sabia então o deixou subir, e quando ele entrou no meu quarto eu estava em pé procurando algo pra vestir.
- Podia ter aproveitado né amiga!? –Selena a olhou.
- Ah claro, e ignorar totalmente o fato de que a minha estava em casa.
- E se a gente for pra uma balada? Amanha é sábado meu povo e essa seria a oportunidade perfeita pra Vanessa pelo menos tentar algo. –Ashley sugeriu.
- Como se o Zachary fosse mesmo topar ir pra uma balada com as alunas dele. –Vanessa a olhou.
- Ai deixa de ser tonta Vanessa. –Ashley deu um tapa leve em sua cabeça. – A nossa querida Selena, vai convencer o Jonas a sair com ele amanhã.
- Eu já falo o lugar e a gente vai atrás. – Sel completou. – Como se fosse uma coincidência.
- Exatamente. –Ashley falou sorrindo. – Mais é claro que será em uma das boates da cidade vizinha e não aqui.
- Até que não é uma má ideia. –Vanessa falou sorrindo. – Até que pra uma loira você pensa.
- Haha para você super morena. –Ashley falou mostrando a língua.
- Então eu tô indo falar com o Nick. – Selena falou depois que viu Nick passando e fazendo sinal para que ela o seguisse.
- Tá maluca? –Vanessa segurou em seu braço.
- O que?
- Vocês tem que parar de fazer isso. –Vanessa reclamou.
- Relaxa morena, ninguém vai ver.
- Sel não! –Vanessa gritou para que ela pudesse ouvir.
- Depois eu digo a resposta. –ela gritou de volta e continuou andando.
- Ashley você não vai falar nada? –Vanessa a olhou seria.
- Eu não. –ela falou despreocupada. – Já cansei de tentar por juízo na cabeça daquela ali. –ela falou e voltou a comer seu lanche.
****
-Eu desisto. –Vanessa falou depois de ter olhado praticamente todas as roupas do seu closet, como de costume elas sempre se arrumavam na casa de Vanessa.. Era sábado e com uma certa dificuldade Nick havia convencido Zac a sair um pouco, e como combinado Vanessa e as meninas iriam para o mesmo lugar.
- Nada disso. –Ashley levantou e entrou em seu closet olhando algumas roupas. – Aqui veste essa. –ela falou passando a roupa.
Vanessa seguiu para o banheiro e enquanto isso Selena e Ashley terminavam de se maquiar e assim que terminaram Vanessa saiu do banheiro.
- E agora? –ela perguntou colocando as mãos na cintura.
- Tá perfeita. –Selena sorriu largo. Vanessa respirou aliviada afinal não aguentava mais trocar de roupa, ela sentou-se em frente ao espelho e logo começou a se maquiar. Depois de prontas desceram as escadas e Gina virou olhando-as.
- Já sabe não é Vanessa? –Gina a olhou seria.
- Já, nada de beber e dirigir. –Vanessa repetiu o que sua mãe sempre dizia todos os finais de semana.
- Ashley você é a que mais tem juízo por favor não deixe ela dirigir se não tiver condições ok? –Gina falou olhando pra Ashley.
- Pode deixar tia. –Ashley riu simpática.
- Podemos ir? –Vanessa perguntou olhando pra mãe.
- Só mais uma coisa, esperem. –Gina subiu as escadas indo ate o seu quarto, não demorou muito e ela desceu novamente parando de frente para as meninas. –Aqui. –ela falou estendendo a mão onde segurava três preservativos.
- Mãe! –Vanessa a olhou envergonhada.
- Ah Vanessa sem drama ok? Eu já fui da idade de vocês e sei muito bem como essas noitadas terminam.
- Ai Vanessa sua mãe só que cuidar da gente. –Selena falou e pegou um dos preservativos, sendo seguida por Ashley que fez o mesmo. –Obrigada tia.
- Exatamente. –ela falou concordando com Selena. – Sem contar que sou muito nova pra virar avó.
- Tá bom, já chega. –Vanessa pegou o preservativo. – Tchau. –ela falou saindo.
- Sua mãe não existe. –Sel falou rindo do que havia acabado de acontecer.
- Temos uma ótima relação e eu gosto desse jeito certinho durante a semana e meio doida nos finais de semana. –Vanessa riu.
- Eu dirijo. –Ashley tomou as chaves do carro das mãos de Vanessa e saiu correndo.
Não era preciso nem entrar na boate para ouvir a musica alto tocando, sinal de que lugar estava cheio e mesmo assim uma enorme fila se formava na entrada da mesma. Zac e Nick entraram sem problema algum já que Selena havia arrumado duas pulseiras Vips.
O lugar era simplesmente enorme, haviam dois andares e em cada um deles tinha uma pista de dança e um bar, o DJ ficava em uma espécie de cabine que se encontrava no segundo andar já que lá era a parte Vip. Nick assim que avistou Selena dançando com Ashley seguiu em direção a elas já Zac seguiu pra uma das poucas mesas que estavam vazias.
- Pensei que a essa hora crianças estavam na cama. – Zac falou assim que Vanessa sentou-se ao seu lado.
- Eu posso ser muito mais que uma criança Efron. –ela falou e de imediato ele viu o quanto ela estava alterada por conta do excesso de álcool.
- Acho que já chega por hoje né? –ele falou tomando um copo de suas mãos.
- Nada disso. –ela tomou de volta. – A noite está apenas começando. –ela falou mordendo o lábio inferior. Zac apenas a olhou balançando a cabeça em negação, Vanessa estava um tanto bêbada mais não a ponto de fazer alguma coisa que pudesse afastar Zac dela, passou pela sua cabeça em agarra-lo ali mesmo porem se fizesse isso saberia que ele não seria capaz de se aproveitar. – Vai ficar a noite inteira aqui sentado Efron? –Vanessa falou olhando-o.
- Você vai mesmo continuar bebendo Hudgens? –ela consentiu que sim. – Então eu passarei a noite aqui.
- Ok. –ela falou colocando o copo sobre a mesa. – Eu paro, mas com uma condição. –ela o olhou.
- Que seria?
- Se você dançar comigo.
- Nem pensar. –ele falou rindo. – Não levo jeito pra isso.
- Ah qual é Efron? –ela o olhou. – Pode ser divertido. –ela falou colocando a mão sobre a perna dele e fazendo uma cara sexy. E aquilo foi um convite para que ele aceitasse sem pensar duas vezes.
- É pode ser realmente divertido. –ele riu torto.
Vanessa riu satisfeita e levantou o puxando pelo braço ate a pista de dança.
****
-Oh céus! – Vanessa falou se jogando no sofá ao lado de Selena. – Minha cabeça vai explodir. –ela pegou a bolsa de gelo que estava nas mãos da amiga e colocou sobre a testa.
- A minha então nem sem fala. –Selena fechou os olhos. – Depois de ontem eu nunca mais vou beber.
- Você sempre fala isso. –Vanessa a olhou. – Ai meu Deus. –Vanessa deu um pulo.
- Tá maluca? –Sel a olhou.
- Ai meu Deus, ai meu Deus. –ela falou completamente desesperada. – O Zachary.
- Ih pelo visto lembrou do que aconteceu ontem. –Ashley falou entrando na sala.
- Alguém explica? – Sel perguntou confusa.
- A Vanessa fez o maior barraco porque viu o Zachary dançando com outra mulher. –Ashley explicou.
- Caralho. –Vanessa fechou os olhos. – Como é que eu fui fazer aquilo?
- Ciúmes minha morena. –Selena falou normalmente.
- Ciúmes? –ela riu incrédula. – Nem tenho motivos pra ter ciúmes dele.
- E por que o barraco? –Selena a olhou.
- Sei lá.
- Se eu fosse você dava um jeito de falar com o Zachary. –Ashley a aconselhou.
- Com que cara eu vou olhar pra ele?
- Com a cara de sempre.
- Eu vou ate a casa dele. –ela falou e subiu correndo.
Entrou no quarto de Selena e procurou por alguma roupa que sempre deixava ali, tomou um banho e fez suas higienes matinas, assim que terminou arrumou-se rapidamente e desceu as escadas rápido. O caminhou ate a casa de Zachary parecia ser mais longo do que o de costume tentava organizar um discurso em sua cabeça, teria que explicar para ele e para si mesma o porquê do seu ataque de ciúmes.
- Oi. –ela falou em tom baixo assim que ele abriu a porta. – Podemos conversa? –ele não disse nada apenas abriu mais a porta dando espaço para que ela passasse.  –Zachary eu quero pedir desculpas, eu não me lembro de tudo, mas lembro de uma boa parte do que aconteceu e…
Vanessa parou de falar depois que Zac a puxou pela cintura e colou seus lábios ao dela.
-Wow. –Vanessa falou depois do beijo. – O que foi isso? –ela perguntou ao mesmo tempo confusa e feliz afinal o que tinha acabado de acontecer era sinal de que logo, logo ela cumpriria a sua aposta.
- O que pareceu? –ele a olhou.
- Eu sei o que é só queria entender.
- Hudgens, Hudgens. –ele falou rindo torto. – Desde o dia em que você escolheu ser a minha assistente eu já desconfiava o motivo pelo qual você fez questão de me escolher.
- Como assim?
- Não se faça de inocente. –ele a olhou com um sorriso safado em seus lábios. – Afinal ontem você não se mostrou ser tão inocente assim.
Vanessa parou por um momento olhando pro nada e então se lembrou do que havia acontecido.
Flashback On:
- Que tal irmos pra um lugar mais reservado? –Vanessa mordeu o lábio inferior e apertou a coxa de Zachary. Os dois estavam sentados em uma das mesas do bar da boate porem em uma onde mal tinha iluminação.
- Não acho que seria uma boa ideia. –ele a olhou. – Não com você assim nesse estado.
- Eu estou ótima. - ela falou e sentou-se no colo dele colocando uma perna de cada lado. – Viu? –ela riu baixo encarando-o.
- Quem brinca com fogo acaba se queimando Hudgens. –ele a olhou com um sorriso safado nos lábios e apertando uma de suas coxas.
- Tô pagando pra ver. –ela sussurrou e mordeu o modulo de sua orelha.
Flashback Off:
- A gente transou ontem?
- Eu não seria tão louco a ponto de transar com alguém que estava bêbada.
- Eu não estava bêbada.
- Como não? Você nem lembra o que aconteceu.
- Será que dá pra esquecer o que aconteceu ontem?
- Esquecer? Acho que não.
- Droga.
- Vanessa. –ele se aproximou e pegou em sua mão. – Relaxa ok?
- Relaxar? Tá de brincadeira né? –ela riu nervosa. – Você deve está pensando que eu sou sei lá, uma tarada.
- Você estava bêbada.
- Tarada e bêbada, ai meu Deus.
- Eu não estou pensando nada. –ele riu por conta do nervosismo dela. – Que tal a gente sair?
- Mesmo depois de tudo?
- Mesmo depois de tudo. –ele a olhou. – Que tal sei lá, praia, clube, shopping.
- Liga pro Nick que eu volto com as meninas. –ele consentiu que sim com a cabeça e ela saiu logo em seguida.
- Ué pensei achei que você voltaria com as meninas. –Zac falou assim que abriu a porta e viu Vanessa ali parada sozinha.
- Aquelas vadias foram pro shopping e me largaram. –ela falou fazendo um bico. – Voce não ligou pra Nick ligou? –ela entrou na casa e se jogou no sofá.
- Ele disse que estava cansado demais, queria dormi porque a noite vai encontrar com a Selena. –ele sentou-se ao lado dela.
- Ótimo fomos abandonados pelos nossos amigos. –Vanessa olhou-o.
- O que vamos fazer?
- Bom eu tô de biquíni então vou cair naquela imensidão que você chama de piscina. –ela levantou e seguiu para os fundos da casa onde se encontra a parte da piscina e da churrasqueira.  Zac subiu as escadas e foi direto pro seu quarto e procurando por sua sunga, assim que achou vestiu e desceu logo em seguida. Sentou-se em uma cadeira e a olhou enquanto nadava de um lado para o outro. –Vai ficar ai o dia todo? –ela falou parando de nadar e o olhando.
- Não.
- Então levanta meu filho e pula nessa água. –ela falou rindo e assim ele fez.
- Que foi? –ele perguntou depois que parou na frente dela.
- Acho que nós dois aqui não é uma boa ideia. –ela falou manuseando as mãos. –Digo essa àproximidade toda.
- Por quê? Tá com medo de que Hudgens? –ele falou e caminhou se aproximando dela, cada passo dado por ele, ela se afastava.
- Eu com medo? –ela riu nervosa. – É claro que não.
- Então pra que fugir de mim?
- Quem está fugindo? –Vanessa bateu com as costas na parede e imediatamente Zac colocou um braço de cada lado prendendo ali entre seu corpo e a parede.
- Agora não está mesmo. –ele riu e mordeu o lábio inferior.
- Você é mais safado do que parece ser.
- Você ainda não viu nada. – ele se aproximou e mordeu o modulo da orelha dela. Um gemido baixo acabou escapando e aquilo foi como um sinal para que ele continuasse, seus lábios desceram para o pescoço dela onde ele depositava beijos o que fazia com que ela se arrepiasse.
-Suas mãos que ainda estavam na parede voaram de encontro à cintura dela onde ele apertou e a aproximou colando ainda mais seus corpos. Zac roçava seu membro já animado sobre a intimidade de Vanessa e aquilo fazia com que ela gemesse cada vez mais baixo deixando-o cada vez mais excitado.
- Ah… Fica. –ela falou entre os gemidos ao ver que ele se afastaria.
- Quer que eu fique? –ele sussurrou no ouvido dela e ao mesmo tempo mordendo o lóbulo de sua orelha. Zac prensava cada vez mais seu corpo ao dela se remexendo fazendo que seu membro tocasse a intimidade dela.
- Que…ro. –ela falou com uma certa dificuldade. Zac desceu uma das mãos para a intimidade de Vanessa onde ele passou dois dedos por cima fazendo com que ela gemesse. Zac desceu seus dedos mais um pouco e finalmente chegou aonde queria, afastou a parte de baixo do biquíni e começou a massagear o clitóris da mesma. –Oh… –ela gemeu baixo. Quando Zac estava pronto para penetrar um dedo na intimida da morena foram interrompidos pelo celular de Vanessa que começou a tocar insistentemente. –Droga. –ela falou com raiva. – Isso lá é horar pra tocar?
- Ignora Hudgens. –Zac falou olhando-a.
- Impossível. –ela falou frustrada por ter acabado com o seu momento. Vanessa o empurrou de leve fazendo ele se afastar, nadou rápido ate a escada e correu ate a mesa pegando seu celular. – Sabia, é a minha mãe.
- E obrigado por ter atrapalhado dona Gina. –ele falou em um tom baixo porem Vanessa ouviu e riu fraco. Afastou-se um pouco e ficou na linha por mais ou menos cinco minutos, Zac saiu da água e sentou onde estava.
- Ela tá uma fera. –Vanessa falou parando na frente dele. – Eu preciso ir.
-Eu te levo -Zac falou
- É melhor não. –Vanessa catava sua roupa já que a mesma tinha jogado pelo chão. – Não quero ter que explicar o porquê estava com você.
- Tudo bem.
- Me desculpe. –Vanessa o olhou.
- Sem problemas. –ele levantou e se aproximou dela. – Terminamos isso depois. –ele falou sussurrando no ouvido dela e depositando um beijo no pescoço dela. Vanessa o olhou mordendo o lábio inferior e entrou na casa, vestiu-se e se despediu de Zac com um beijo que se durasse mais um segundo terminaria em sexo, ela saiu de lá e correu para casa antes que as coisas piorassem pro seu lado.



Hey meninas
aí está o 2º capítulo da fic para vocês se deliciarem hehe u.u
até qualquer hora
muchos besos
xoxo

2 comentários:

  1. Como você me deixa assim???
    Tô pra morrer aqui
    Mega perfeito esse capítulo
    Tô apaixonada por essa fic ♡♡♡
    Posta mais, xoxo

    ResponderEliminar
  2. Genteee que capitulo foi esse???pois eu vou te dizer, foi megaa perfeito o eu simplesmente amei e queroo mais. Por favor posta mais logo. Bjosss

    ResponderEliminar