domingo, 27 de setembro de 2015

Capítulo 1

- Por quê? Por que Deus? –Vanessa se lamentava pela milésima vez por ser o ultimo dia de férias.
- Vanessa se você se lamentar mais uma vez eu vou ser obrigada a tomar uma providencia. –Ashley reclamou.
- Eu concordo. – Selena a olhou.
Selena e Ashley eram irmãs e moravam na mesma rua de Vanessa. Elas se conheceram quando ambas tinham onze anos, no mesmo dia em que Vanessa havia se mudado elas se tornaram amigas e desde então não se separaram mais. As duas apesar da idade moravam sozinhas já que os pais delas resolveram morar no interior do estado, a família era rica e elas sobreviviam com uma boa mesada que ganhavam por semana.
Já Vanessa morava com os pais e era filha única o que pra ela era um alivio afinal ser irmã mais velha significaria cuidar de alguém coisa que ela não suportava e ser irmã caçula significaria seguir ordens e aguentar ciúmes excessivos. Ela até que tentou convencer seus pais a deixarem ir morar junto com Ashley e Selena mais como o previsto eles negaram.
- Pelo menos é o ultimo ano. – Vanessa se animou ao lembrar que no final do ano se livraria do colégio.
- E ai qual vai ser a aposta desse ano? – Sel falou mudando totalmente de assunto.
- Acho que já chega dessas apostas né? –Vanessa falou. –Sério o que mais você quer dona Selena? Porque pelo o que me consta você já dá uns pegas no Jonas.
- Tá ai a aposta desse ano. –Ashley falou ignorando o que Vanessa disse.
- O que? –Vanessa perguntou confusa. – A Sel dormi com o Jonas? Mais ela já não faz isso?
- Não sua idiota. –Sel que apenas com o olhar de Ashley já sabia do que se tratava. – Você vai ter que transar com algum professor.
- O que? –Vanessa gritou. – Você só pode ter usado alguma droga.
- Ah qual é Vanessa? Tá com medo é? – Ashley provocou.
- Não loirinha, eu tenho juízo é diferente. –ela se defendeu.
- Ah meu Deus Vanessa Anne Hudgens vai dar pra trás em uma aposta. –Sel falou alto.
- Caso eu topasse essa ideia absurda, qual  seria o professor?
- O Efron. –Ashley respondeu rápido.
- Mas nem morta. –“se bem que ele é gostoso.” Ela completou mentalmente. – Eu tô fora.
- Ah meu Deus é o fim do mundo. – Ashley provocou novamente. – Eu vivi pra ver Vanessa Hudgens fugir de uma aposta.
- Eu não estou fugindo de uma aposta. –Vanessa falou firme. – E além do mais a gente nem sabe se aquela coisa andante vai ser nosso professor. –ela inventou uma desculpa.
- Ele vai sim. –Sel falou com toda certeza. – O Nick já me confirmou isso. –ela olhou para Vanessa. – Então vai aceitar ou vai fugir?
- Argh eu aceito. –ela falou depois de se dar por vencida.
A verdade era que Vanessa odiava o seu professor de geografia afinal por culpa dele, ela já ficou inúmeras vezes presa na detenção por algo que fez ou disse a ele. O problema é que diferente dos outros professores tarados Zachary nunca havia se envolvido com alunas.
- Droga. –Vanessa falou assim que parou em frente a entrada do colégio. Eram sete horas da manhã e o humor de Vanessa ainda não tinha dado sinais de vidas. – Por que essas idiotas precisam gritar tanto? –ela falou ao ouvir gritinhos histéricos de um grupinho de meninas que se reencontravam.
- Ai Vanessa é apenas emoção por reencontras as velhas amigas. –Ashley falou olhando-a.
- Fogo no cú isso sim. –ela falou séria.
- Ai como é bom aturar a Vanessa logo pela manhã. –Selena falou rindo.
- Bom dia meninas. –uma voz um tanto rouca e sedutora as cumprimentou, Vanessa nem precisou olhar pra saber de quem se tratava.
- Bom dia senhor Efron. –Ashley e Selena responderam juntas e Vanessa apenas o ignorou.
- Bom dia pra você também senhorita Hudgens. –ele a olhou e Vanessa apenas revirou os olhos.
- Bom dia querido professor. –ela riu falsamente e entrou no colégio.
Selena e Ashley riram sendo acompanhadas por Zachary que apesar de odiá-la adorava provoca-la.
- Espera Vanessa. –Selena gritou, porem a morena a ignorou e só parou quando chegou ao seu armário que por sinal era o mesmo desde que ela entrou nesse colégio. – Precisava mesmo tratar o Efron daquela forma?
- E você queria o que? –ela falou sem prestar muita atenção na amiga. – Que eu soltasse confetes por ter que vê-lo logo de cara?
- Seja mais gentil dona Vanessa, afinal ele é o professor com que a senhorita precisa transar. –Ashley falou em tom não muito baixo.
- Isso fala mais alto. –Vanessa fechou a porta de seu armário com uma força maior que a necessária. – Ou melhor coloca no jornal. –ela falou irritada.
- Hey calma Vanessa. –Ashley falou ao ver o quanto ela estava nervosa.
- Pra que essa raiva toda? –Selena a olhou.
- Eu odeio aquele filho da puta e a primeira pessoa que eu vejo ao chegar nesse inferno é justamente ele. –ela soltou a respiração pesada. – Isso é motivo de irritação pra qualquer um.
- Então se prepara. –Ashley falou apontando por cima do ombro dela. Vanessa virou-se para olhar para onde Ashley apontava e viu Zachary entrando em sua sala.
- Ah meu mereço. –ela se irritou. – Diz que algumas de vocês têm aula de geografia agora, por favor. –ela juntou as mãos e implorou.
- É amiga foi mal, mais a minha é física. –Selena falou olhando para o horário que estava em suas mãos.
- A minha é de biologia. –Ashley falou depois de conferir seus horários. – Nos vemos no intervalo.
 Apesar de estarem no mesmo ano as aulas eram em horários diferentes e as três tinham algumas ou quase nenhuma aula juntas.
Pra variar Vanessa enrolou para entrar na sala e assim que entrou todos os olhares seguiram para a sua direção, ela apenas ignorou e sentou em uma cadeira que estava vaga no fundo. Zachary esperou que ela se ajeitasse e assim que ela se sentou e começou a falar.
- Bom dia a todos. –ele riu simpático. – Pra quem não me conhece eu me chamo Zachary Efron …
- Sou professor de geografia e blá, blá, blá. –Vanessa o interrompeu. – Fala serio todos aqui nessa sala já te conhecem então vamos pular a parte da formalidade.
- Talvez você queira vir dar aula no meu lugar senhorita Hudgens. –ele se levantou e a encarou.
- Aposto que seria muito melhor do que as suas.
- Pelo visto a senhorita anda com saudades das tardes na detenção certo?
- Ameaças senhor Efron?
- Não sou professor de ameaças senhorita Hudgens. –ele a encarou esperando por uma resposta. – Sem mais respostas?
- Vou poupa-las para mais tarde. –ela riu ironicamente.
Zachary não deu mais importância voltou para o seu discurso de começo de ano a ignorando. Mais duas aulas se passaram e para alegria de Vanessa era hora do intervalo, a morena dirigiu para a mesa onde costumava sentar com as amigas não demorou muito e Ashley apareceu sentando ao lado dela.
- Ué cadê a Sel? –Vanessa a olhou.
- Uma chance pra adivinhar. –Ashley a olhou.
- Eles loucos? –Vanessa perguntou já que a amiga e o professor Jonas se pegavam em uma sala abandonada onde antes era a diretoria. – Desde que eles começaram com isso sempre se encontram lá.
- Fora os dias que Selena dorme na casa dele né?
- Se alguém descobre que eles tão namorando a porra vai ficar seria.
- Ela sabe disso. –Ashley não deu muito importância afinal já tinha alertado a irmã diversas vezes do quanto era perigoso ela e o Jonas se pegaram no intervalo. – E ai como foi sua aula com o gato do Efron? –assim que Ashley falou Vanessa a olhou com ar de reprovação.
- Insuportável com sempre.
- Quando é que você vai por em pratica a nossa aposta?
- Primeiro eu tenho que arranjar um jeito de chegar perto dele.
- Isso é simples.
- Aé? Então me diz como.
- Nós estamos no terceiro ano certo? –Vanessa consentiu que sim com a cabeça e Ashley continuou. – Alunos do terceiro precisam ser assistentes de algum professor certo?
- Tá e dai? Quem escolhe é a diretoria.
- Não mais minha cara Vanessa. –Ashley riu. – Esse ano as coisas mudaram e quem escolhe os professores são os próprios alunos.
- Então ele terá a honra de ser o meu escolhido. –Vanessa riu alto e Ashley a acompanhou.
- Mãe, por favor, me deixe dormi na casa das meninas hoje. –Vanessa pedia insistentemente permissão para a mãe.
- Não Vanessa. –Gina negou novamente.
- Me dá um motivo.
- As aulas já começaram e eu conheço muito bem vocês três, vão ficar até altas horas conversando bobagens e amanhã perdem o horário.
- Pai? –Vanessa o chamou. Por ser filha única seu pai diferente da mãe fazia suas vontades e quando a dona Gina implicava ela fazia uma carinha fofa e pedia para o pai que sempre cedia.
- Sem condições Vanessa a sua mãe tem razão. –ele a olhou.
- Posso ficar lá até as dez então? –ela pediu desistindo da ideia de dormi.
- Pode, dez horas em ponto ouviu bem? –Gina falou seria. A mãe dela era um tanto que rígida com horários e se Vanessa ousasse passar um minuto se quer do horário combinado seria horas de falatório dizendo que ela teria que ser responsável e cumprir com os horários combinados, porem toda essa rigidez era apenas na semana e quando tinha aulas.
- Ok. –Vanessa deu um breve “tchau” e saiu logo em seguida.
Ainda era cedo quase duas horas da tarde, Vanessa andava tranquilamente ate que uma cena lhe chamou atenção ela parou de andar e olhou fixamente para ter certeza do que via. Voltou a andar o mais rápido possível ate chegar na casa da meninas.
- Ele tem uma namorada. –Vanessa falou assim que Ashley abriu a porta.
- Ele quem? –Ashley perguntou confusa e abrindo mais a porta para que ela entrasse.
- O Zachary. –ela falou sentando no sofá com uma cara de quem viu porem não acreditava.
- O que tem o Zachary? –Sel perguntou entrando na sala.
- Ela o viu com a namorada. –Ashley falou normalmente.
- Como assim? Vocês sabiam que ele tem uma namorada?
- Sabíamos. –Sel e Ashley falaram juntas.
- E mesmo assim me propuseram essa aposta.
- Vanessa relaxa ok? –Ashley falou olhando-a.
- Relaxar Ashley? Eu aceito essa aposta absurda de dormi com meu professor e ai eu descubro que ele tem namorada e que vocês sabiam, me diz como relaxar?
- Vanessa pelo o que Nick fala e pelo o que eu vejo em certas situações ele não gosta nem um pouca dessa mulher. –Selena falou calmamente.
- Ah não gosta e mesmo assim tá com ela? Por que?
- Pra não ficar só já que o único amigo dele nessa cidade passa mais tempo comigo do que com ele. –Selena explicou.
- Mesmo assim. –Vanessa disse firme. – Foda-se que ele não gosta dela eu tô fora, não quero e nem vou mais fazer aposta nenhuma.
- Nem pensar Vanessa você já topou e agora não dá pra voltar atrás.
- Mais isso é um absurdo, eu vou ser a causa de um fim de relacionamento.
- Quando foi pra pegar o Bernardo ninguém pensou em absurdo algum. –Ashley a lembrou da época em que ela queria porque queria ficar com o garoto mais popular do colégio.
- Ah gente é situações diferentes.
- Não é não, ele também namorava.
- Tá bom eu sigo adiante com essa aposta estupida.
- Oi Aninha. –Vanessa falou sorrindo e entrando na sala da diretora.
- Mais uma briga com o professor Efron dona Vanessa? –ela perguntou afinal sempre que Vanessa passava pela porta lá vinha briga.
- Não minha querida diretora. –ela riu. –O motivo pelo qual estou aqui é outro.
- Que seria?
- Bom eu fiquei sabendo que esse ano os alunos tem o direito de escolher qual o professor que queremos ser assistente.
- Isso mesmo. –ela a olhou. – Decidimos fazer diferente esse ano.
- Ótimo. –Vanessa riu de canto. – Eu já sei qual o professor que quero ser assistente.
- Então diga e mandarei busca-lo.
- O professor Efron.
- Mas vocês vivem brigando.
- Justamente por isso. –Vanessa começou seu discurso. – Eu sempre me dou bem com outros professores, converso, brinco e até mesmo frequento a casa da professora Silvinha e com Zachary eu sempre briguei sabe? –Vanessa a olhava. – E como esse é meu ultimo ano eu pensei em passar mais tempo com ele afinal quero sair daqui e levar boas lembranças.
- Bom sendo assim não vejo o porquê negar.
Vanessa riu satisfeita por conseguir o que queria, Ana levantou e seguiu para um microfone que tinha em sua sala, era de lá que ela dava recados ou pedia para que algum aluno ou professor se dirigisse para a sua sala, não demorou e ele entrou.
- Aconteceu alguma coisa?  -ele perguntou desconfiado ao ver Vanessa ali.
- Não professor Efron. –Ana riu simpática. – Por favor, sente-se. –ela apontou para uma cadeira ao lado de Vanessa.
- Posso saber o motivo pelo qual fui chamado?
- A senhorita Hudgens escolheu ser a sua assistente esse ano.
- O que? –ele perguntou espantado.
- Tá bom. –Zachary falou parando ao lado do armário de Vanessa. – Qual o seu objetivo em ter me escolhido?
- Só cansei de brigar. –ela falou fechando o armário e olhando-o. – Afinal esse é meu ultimo ano e quando meus filhos ou netos perguntarem como foi eu não quero dizer que passei brigando e me estressando com o meu professor.
- Esse discurso você deixa pra Ana ok?  -ele a olhou seria. – Você sabe que a ajuda será fora do colégio não é?
- Sei claro que sei.
- Ana me mandou ir ate a sua casa e explicar a situação para os seus pais.
- É só dizer quando e te levo até lá.
- Hoje depois da aula.
- Ok. –Vanessa o olhou seria.
- Eu sei que você está aprontando Hudgens eu só não sei o que é mais vou descobrir. –ele falou e saiu logo em seguida.
- Não vejo a hora. –ela falou olhando pra bunda dele e mordendo o lábio inferior. – Que porra você está pensando Vanessa? –ela perguntou a si mesma e balançou a cabeça indo pra sala.
O resto da manhã passou ate que passou rápido, Vanessa estava na entrada do colégio a espera de Zachary.
-Cadê suas amigas? –ele perguntou surgindo atrás dela.
- Caramba que susto. –ela falou colocando a mão sobre o peito.
- Então?
- A Selena se mandou pra casa do Jonas e a Ashley foi pro shopping com as outras meninas.
- Hum.
- Podemos ir?
- Claro, meu carro é aquele ali. –ele apontou para o carro.
- Então vamos. –ela saiu na frente e ele a seguiu.
- Mãe? –Vanessa gritou assim que passou pela porta. – Entra. –ela falou abrindo mais a porta e assim Zachary fez.
- Professor Efron? –Gina falou surpresa ao entrar na sala. – O que a senhorita aprontou dessa vez? –ela olhou pra Vanessa seria.
- Por que eu teria feito alguma coisa? –Vanessa perguntou como se fosse uma completa santa.
- Pode falar o que ela aprontou dessa vez. –ela virou olhando para Zachary.
- Dessa vez ela não fez nada dona Gina. –Zac riu fraco. – Eu venho aqui pra explicar que a partir de amanhã a Vanessa passara um tempo comigo.
- Como assim? –o pai de Vanessa perguntou descendo as escadas e parando ao lado da esposa.
- Bom senhor Greg. –ele começou. – Alunos do terceiro ano tem que ser assistentes dos professores ate o final do ano em troca eles ganham notas extras na matéria em que o professor ajudado atua ou a depender do caso em outras matérias.
- E por que o professor escolheu a minha filha? –ele perguntou serio.
- Não foi ele que escolheu e sim eu. –Vanessa falou primeiro. – Como todo mundo sabe eu e o professor Efron não nós demos muito bem e como esse será meu ultimo ano eu quero que as coisas sejam diferentes.
- Bom se é assim tudo bem. –ele falou depois de ser convencido. – O que você acha meu amor? –ele olhou para a esposa.
- Acho ótimo. –ela falou sorrindo. –Assim eu paro de ser chamada naquele colégio e a senhorita para de ficar presa na detenção.
- Bom já que está tudo resolvido eu vou indo.
- Nada disso. –Gina o segurou. – Hoje o senhor almoça conosco.
- Eu não quero incomodar.
- Para de querer ser educado. –Vanessa o olhou.
- Vanessa! –Gina a repreendeu.
- Tudo bem eu aceito. –ele sorriu fraco. – Com uma condição.
- Que a Vanessa não participe? –Greg falou rindo.
- Até que não é uma má ideia. –Zachary riu e Vanessa o olhou seria.
- Muito obrigada pai. –ela riu falsamente.
- Disponha. –ele falou rindo.
- Não ligue para esses dois.
- Eu almoço mais nada de “senhor”, “professor” ou “Efron” apenas Zachary.
- Sem problemas, Zachary. – Gina falou sorrindo fraco.
- Tá tudo muito lindo, muito bom mais vamos logo ao que realmente interessa? –Vanessa saiu andando em direção a cozinha. – É melhor correr ou vai ficar com fome Zachary. –ela gritou da cozinha, ele junto com Gina e Greg riu e seguiu para a cozinha.
-Fala serio Vanessa. –Selena falou rindo ao saber que Zachary havia almoçado na casa de Vanessa.
- Eu tô falando. –ela riu junto.
- Tá mais quando você pretende por a aposta em pratica? –ela controlou a risada e a olhou.
- Sei lá Sel, eu vou deixar as coisas acontecerem. –ela a olhou seria. – Até porque o Zachary ao contrario dos outros professores nunca se envolveram com alunas.
- Eu vou ignorar essa direta.
- É loucura isso Sel. –ela falou se referindo ao relacionamento de Selena com o Nick. – Se alguém descobre é o fim do Jonas.
- Eu sei Vanessa, mais alguém só vai descobrir se você ou a Ashley contar.
- É claro que nem eu e nem a sua irmã contaremos nada a ninguém, mais que é loucura é.
- Não estamos aqui pra falar de mim e do Nick.
- Cadê a Ashley?
- Não chegou ainda.
- E que milagre você esta aqui na minha humilde residência ao invés de está lá no apartamento do Jonas gemendo loucamente para ele?
- Ah isso pode zoar porque quando for a minha vez à senhora vai ouvir calada.
- Eu te amo miga. –ela falou rindo. – Mais é serio por que tá aqui e não lá?
- Ele disse que o Zachary queria conversar parece que tem alguma coisa relacionada a namorada dele.
- Como assim? –Vanessa perguntou mostrando interesse.
- O Nick acha que ele vai terminar com esse relacionamento.
- O que?
- E tá interessada né?
- Obvio, assim eu não vou me sentir culpada pro resto da vida.
- Hum sei. –Sel falou rindo. – Eu não sei porque, mais ele tem certeza que é isso.
- Bom então a senhora descobre hoje ainda e me liga.
- E quem disse que vou ver o Nick hoje?
- Eu te conheço o suficiente pra saber que você não vai dormir antes de passar pela cama do Jonas. –Vanessa riu.
- Credo amiga você fala como se eu fosse alguma tarada.
- E não é? –Vanessa riu alto e Selena lhe amostrou a língua.
- E então que horas eu começo com o meu trabalho? –Vanessa falou parando em frente a mesa de Zachary, e ele levantou a cabeça para olha-la.
- Lá pelas duas ou três da tarde.
- Eu não sei onde você mora.
- Não se preocupe eu irei busca-la.
- Vai ser meu motorista particular?
- Tá reclamando? Prefere enfrentar o ônibus então?
- Caramba é só brincadeira.
- Eu ainda quero saber o real motivo de ter sido escolhido justamente por você.
- E eu já falei.
- Você não me engana Hudgens.
- Olha que eu engano. –Vanessa riu fraco e lhe deu as costas saindo da sala. O resto da manhã se arrastou como sempre para alegria de Vanessa as duas ultimas aulas foram junto com Ashley e Selena.
[…]
- Você não disse que seria duas ou três da tarde? –Vanessa perguntou assim que abriu a porta e viu Zachary em pé.
- Disse. –ele a olhou. – Mais sei lá pensei que podíamos fazer alguma coisa antes.
- Tipo?
- Sentar em uma sorveteria e se conhecer melhor, afinal eu dou aula pra você e tudo o que eu sei é que seu nome é Vanessa Anne Hudgens, filha de Gina Hudgens e Greg Hudgens.
- Até que não é uma má ideia. –Vanessa o olhou. – Entra. –ela o puxou. – Vou trocar de roupa e já volto.
- Cadê os seus pais?
- Meu pai deve está trabalhando e a minha mãe deve tá dormindo, já volto. -ela subiu as escadas correndo e foi direto pro seu quarto, pegou um short jeans curto e uma blusa que fica justa em seu corpo desenhando perfeitamente os seios e a cintura, olhou-se no espelho e riu satisfeita com o resultado. – Vamos? –ela perguntou parando na frente dele que involuntariamente olhou para as pernas nuas dela.
- Vamos. –ele levantou e Vanessa seguiu em sua frente pela primeira vez em anos ele se permitiu a olhar e desejar uma aluna.
-Então o que o senhor Efron deseja saber? –Vanessa perguntou depois de tomar mais uma colherada de seu sorvete.
- Ah sei lá. –ele deu de ombros.
- Então eu começo com as perguntas. –ela o olhou. – Tem namorada?
 - Não estamos aqui pra falar da minha vida pessoal.
- Mais eu quero saber da sua vida pessoal, porque você querendo ou não eu irei fazer parte do seu dia-a-dia fora do colégio.
- Pior que você tem razão.
- Eu sempre tenho. –ela sorriu largo. – Então? Tem namorada?
- Não.
- Namorado?
- Por acaso eu pareço ser gay? –ele a olhou seria.
- Vai saber né!?
- Ok. –ele falou com uma voz fina e movimentando as mãos. – Você descobriu o meu segredo queridinha eu sou simplesmente uma diva. –ele beijou o próprio ombro e Vanessa riu alto.
- Você é um péssimo gay. –ela falou rindo.
- Fico feliz em ouvir isso. –ele a olhou. – E você tem namorado?
- Não.
- Namorada? –ele repetiu a mesma pergunta.
- Não. –ela riu fraco. –Minha vez. –ela pensou por um momento. – Você sabe que todos os professores incluindo algumas professoras daquele colégio, já transaram com alguns alunos ou alunas não sabe? –ele consentiu que sim com a cabeça e ela continuou. – Você já transou com alguma aluna?
- Não. –ele foi direto.
- Por quê?
- Pelo simples fato de que se alguém descobrir a minha vida simplesmente acabou além de preso por ter relações sexuais com menores eu nunca mais vou conseguir ter um emprego bom. –ele a olhou esperando por alguma resposta e como não teve resolver perguntar. –E você já transou com algum professor?
- Já. –ela falou sorrindo torto e Zachary lhe olhou espantado. – Mais ele tinha a minha idade na época e estava me ajudando a passar na matéria de física.
- Por um momento eu realmente achei que você já tinha ido pra cama com algum daqueles professores.
- Credos, só dois professores se salvam naquele colégio em termos de beleza, pelo menos em minha opinião.
- Que seriam eles?
- O Jonas e por mais que eu te odeie não posso negar o fato de que você tem seus encantos. –Vanessa falou naturalmente.
- Eu sei disso. –ele falou convencido e Vanessa riu alto.



Hey meninas aqui está o 1º capítulo da fic espero que vocês gostem
Deixem suas opiniões ai embaixo se eu devo continuar parar preciso saber oque vocês acharam ok
Bom é isso 
até qualquer hora 
muchos besos
xoxo

3 comentários:

  1. Por favor não para eu estou amando a fic e olha que esta só no começo. Bjosss e já estou ansiosa por mais um capitulo. Postaa logoo

    ResponderEliminar
  2. A Vanessa vai ser tão safada quanto em Meu Amado Tio? Kkkkkk
    Meu Deus, hehehe
    Já tô amando a fic ♡♡♡
    Posta mais,xoxo

    ResponderEliminar
  3. Nosss amei o primeiro cap e pelo visto a Vane e bem safada amei tudo e essa imagem final deles derreteu meu coracao bjuss

    ResponderEliminar